Top income shares and inequality in Brazil, 1928-2012

Pedro H.G.F Souza, Marcelo Medeiros

Abstract


In this paper, we argue that top income shares are crucial to both the levels and dynamics of income inequality in Brazil. We use income tax data to correct for the underestimation of top incomes in surveys in the years 2006-2012, and find that the Gini coefficient remained stable during this period. We also present preliminary estimates of the top 1% income share (gross taxable income only) according to income tax data since 1928. Our results suggest that income inequality in Brazil was high throughout the 20th century,though not constant. There are no signs of long-term trends towards lower or higher inequality, but top income shares have fluctuated significantly, sometimes in tandem with major political events.

Keywords: Income inequality. Top incomes. Rich. Income tax.


Full Text:

PDF

References


ALBUQUERQUE, P. M. Um estudo da população de altos rendimentos no Brasil nos anos recentes. Rio de Janeiro: Ipea, 1994.

ALVAREDO, F. The rich in Argentina over the twentieth century: 1932–2004. In A. B. Atkinson & T. Piketty [Eds.], Top incomes: A global perspective (1st ed., pp. 253–298). Oxford University Press, 2010.

ALVES, J. B. Capítulo 3: Análise geral do impôsto de renda e da distribuição da renda. In: ALVES, J. de B.; LANGONI, C.G. [Eds.], Distribuição da renda e impôsto de renda das pessoas físicas no Brasil em 1968 (1st ed., Vol. 2). Rio de Janeiro: FGV, 1971, p. 94–215.

ATKINSON, A. B.; PIKETTY, T. [Eds.] Top incomes over the twentieth century: a contrast between continental european and english-speaking countries. Oxford: Oxford university press, 2007.

ATKINSON, A. B.; PIKETTY, T. [Eds.] Top incomes: A global perspective (1st ed.). Oxford: Oxford University Press, 2010.

BÉRTOLA, L.; CASTELNOVO, C.; RODRÍGUEZ, J.; WILLEBALD, H. Between the colonial heritage and the first globalization boom: on income inequality in the Southern Cone. Revista de Historia Económica (Second Series), v.28, (Special Issue n.02), 2010, p. 307-334. http://doi.org/10.1017/S021261091000011X

BOURGUIGNON, F.; MORRISSON, C. Inequality among world citizens: 1820-1992. American Economic Review, v.92, n.4, 2002, p.727-744.

BRASIL. COMISSÃO DE REFORMA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA. Reforma Tributária Nacional. Comissão de Reforma do Ministério da Fazenda, 1966a. Retrieved from http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/12403

BRASIL. COMISSÃO DE REFORMA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA. Evolução do impôsto de renda no Brasil. Comissão de Reforma do Ministério da Fazenda, 1966b. Retrieved from http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/12743

BUESCU, M. Brasil, disparidades de renda no passado: subsídios para o estudo dos problemas brasileiros. Rio de Janeiro: Apec, 1979.

CASTRO, F. A. Imposto de renda da pessoa física: comparações internacionais, medidas de progressividade e redistribuição (Dissertação de Mestrado em Economia). Universidade de Brasília, Brasília, 2014.

DEDECCA, C. A queda da desigualdade de renda corrente e a participação do 1% de domicílios de maior renda, 2000-2010. Revista de Economia Política, v.34, n.2, 2014, p.249.

FERREIRA, M. C. Permeable, ma non troppo?: Social mobility in elite sectors, Brazil - 1996. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.16, n.47, 2001, p.141-160. http://doi.org/10.1590/S0102-69092001000300009

GIBBON, V. Distribuição de renda e mobilidade social : a experiencia brasileira (Thesis), 1978, October. Retrieved from http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/7875

GIBBON, V. Distribuição de renda e mobilidade social: a experiência brasileira. Revista Brasileira de Economia, v.33, n.3, 1979.

GONÇALVES, R. Imposto sobre a renda das pessoas fisicas - 1966/75 : um estudo de progressividade (Mestrado). Fundação Getulio Vargas, 1976. Retrieved from http://hdl.handle.net/10438/7848

KINGSTON, J. A Desigualdade na Distribuição de Rendas. Revista Brasileira de Economia, v.6, n.1, 1951, p.7-89.

KINGSTON, J.; KINGSTON, L. S. A Distribuição da Renda no Brasil, 1960-70. Revista Brasileira de Economia, v.26, n.4, 1972, p.241-256.

KUZNETS, S. Shares of Upper Income Groups in Savings. In Shares of Upper Income Groups in Income and Savings. NBER, 1953, p.171-218.

LANGONI, C. Distribuição da renda e desenvolvimento econômico do Brasil. Rio de Janeiro: Editora Expressão e Cultura, 1973.

LIEBENBERG, M.; KAITZ, H. An income size distribution from income tax and survey data, 1944. In Studies in Income and Wealth. NBER, 1951, p.378-463.

MEDEIROS, M. Estrutura familiar e rendimentos do trabalho dos ricos. Dados, v.47, 2004, p.365-382.

MEDEIROS, M. O que faz os ricos ricos : o outro lado da desigualdade brasileira. Editora Hucitec : ANPOCS, 2005.

MEDEIROS, M.; SOUZA, P. H. G. F.; CASTRO, F.A. A Estabilidade Da Desigualdade De Renda No Brasil, 2006 a 2012: Estimativa Com Dados Do Imposto De Renda E Pesquisas Domiciliares (The Stability in the Income Inequality in Brazil, 2006-2012: An Estimate with Tax and Survey Data) (SSRN Scholarly Paper No. ID 2493877). Rochester, NY: Social Science Research Network, 2014a. Retrieved from http://papers.ssrn.com/abstract=2493877

MEDEIROS, M.; SOUZA, P. H. G. F.; CASTRO, F.A. O Topo Da Distribuição De Renda No Brasil: Primeiras Estimativas Com Dados Tributários E Comparação Com Pesquisas Domiciliares, 2006-2012 (SSRN Scholarly Paper No. ID 2479685). Rochester, NY: Social Science Research Network, 2014b. Retrieved from http://papers.ssrn.com/abstract=2479685

MEDEIROS, M.; SOUZA, P. H. G. F.; CASTRO, F.A. O Topo da Distribuição de Renda no Brasil: Primeiras Estimativas com Dados Tributários e Comparação com Pesquisas Domiciliares, 2006-2012. Dados - Revista de Ciências Sociais, v.1, n.58, 2015a, p.7-36. http://doi.org/http://dx.doi.org/10.1590/001152582015

MEDEIROS, M.; SOUZA, P. H. G. F.; CASTRO, F.A. The stability of income inequality in Brazil, 2006-2012: an estimate using income tax data and household surveys. Ciência & Saúde Coletiva, v.20, n.4, 2015b, p.971–986. http://doi.org/10.1590/1413-81232015204.00362014

MEDEIROS, M.; SOUZA, P. H. G. F.; CASTRO, F.A. Top incomes in Brazil: preliminary results. Economics Bulletin, v.35, n.2, 2015c, p.998–1004.

MORTARA, G. Dados e observações sobre a distribuição das rendas das pessoas físicas contribuintes do imposto de renda no Brasil. Revista Brasileira de Estatística, v.10, n.38, 1949a, p.197–222.

MORTARA, G. Representação Analítica das Distribuições dos Contribuintes e das Respectivas Rendas Líquidas Determinadas para a Aplicação do Imposto de Renda, em Função do Valor da Renda Líquida. Revista Brasileira de Economia, v.3, n.2, 1949b, p.7–34,.

NÓBREGA, C. História do Imposto de Renda no Brasi. Brasilia: Receita Federal do Brasil, 2014.

PIKETTY, T. Capital in the twenty-first century. (A. Goldhammer, Trans.) (1st ed.). Boston: Harvard University Press, 2014.

SHOUP, C.S. O Sistema Tributário Brasileiro. (C. de R. do M. da Fazenda, Ed.). Comissão de Reforma do Ministério da Fazenda, 1965. Retrieved from http://hdl.handle.net/10438/12402

SOUZA, P. H. G. F. Top Incomes in Brazil, 1933-2012: A Research Note (SSRN Scholarly Paper No. ID 2537026). Rochester, NY: Social Science Research Network, 2014. Retrieved from http://papers.ssrn.com/abstract=2537026

SOUZA REIS, F.T. O Imposto de Renda em Seis Annos de Adaptação no Brasil: 1924-1928. Rio de Janeiro: Delegacia geral do Imposto sobre a Renda, 1930.

TORCHE, F.; COSTA-RIBEIRO, C. Parental wealth and children’s outcomes over the life-course in Brazil: A propensity score matching analysis. Research in Social Stratification and Mobility, v.30, n.1, 2012, p.79–96.




DOI: http://dx.doi.org/10.20336/sid.v1i1.2

Refbacks

  • There are currently no refbacks.